Nigéria anuncia morte de líder do Boko Haram

Nigéria anuncia morte de líder do Boko Haram

Fontes das forças de segurança anunciaram a morte de Abubakar Shekau duas vezes desde 2009

NAIRÓBI, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2014 | 02h01

O Exército nigeriano informou ontem que o líder do grupo radical islâmico Boko Haram, Abubakar Shekau, está morto, sem esclarecer quando nem como ele morreu. Fontes das forças de segurança anunciaram a morte de Shekau duas vezes desde 2009, mas é a primeira vez que o Exército afirma isso oficialmente.

O Boko Haram luta pela criação de um califado no noroeste da Nigéria. Em abril, o grupo sequestrou mais de 200 meninas em uma escola do vilarejo de Chibok. O episódio levou a uma campanha internacional pelo resgate das estudantes. Em julho, Shekau apareceu em um vídeo saudando as ações do Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

Os militares também afirmaram ter matado o radical islâmico Mohamed Bashir, que se fazia passar por Shekau, durante combates na cidade de Kondunga, no Estado de Borno, nordeste da Nigéria. "Bashir tem aparecido em vídeos como se fosse Abubakar Shekau, o excêntrico personagem conhecido como líder do grupo Boko Haram", disse o porta-voz militar Chris Olukolade. Duzentos e sessenta rebeldes se renderam. A insurreição do Boko Haram e a luta com as forças de segurança deixaram mais de 10 mil mortos desde 2009. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Nigéria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.