Nigéria arquiva caso contra ex-vice-presidente dos EUA

Um porta-voz do órgão anticorrupção da Nigéria informou que foram arquivadas as acusações contra o ex-vice-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney e a empresa em que ele trabalhou anteriormente, a Halliburton.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2010 | 12h56

Um porta-voz da Comissão de Crimes Econômicos e Financeiros disse que as acusações contra Cheney e outros executivos da Halliburton e sua antiga subsidiária, a KBR, foram arquivadas hoje após um acordo ser fechado. Não foi informado qual seria o teor desse acordo. Autoridades disseram que as acusações envolviam até US$ 180 milhões supostamente pagos em subornos para funcionários nigerianos entre 1995 e 2004.

Cheney foi apontado como suspeito por liderar a companhia durante o período em que os subornos teriam sido pagos. O caso da Halliburton envolve sua antiga subsidiária KBR, uma empresa de serviços de engenharia e construção sediada em Houston, nos EUA. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.