Nigéria diz ter matado mais de 50 insurgentes em ataque aéreo

O Exército da Nigéria afirmou nesta sexta-feira que pode ter matado mais de 50 insurgentes islâmicos num ataque aéreo contra uma das principais bases dos rebeldes no nordeste do país.

Reuters

29 de novembro de 2013 | 18h16

Os últimos ataques, na quinta-feira, tiveram como alvo refúgios do grupo Boko Haram, perto da fronteira com Camarões.

Os militares intensificaram em maio a ofensiva contra o grupo, que luta para implantar um Estado islâmico na Nigéria, o país mais populoso da África, que tem a população dividida entre cristãos e muçulmanos.

Os militares têm o costume de anunciar durante combates um grande número de mortos entre os insurgentes, mas dificilmente reconhecem um número significativo de baixas entre as tropas oficiais. É muito difícil verificar os dados.

A Câmara dos Deputados aprovou na semana passada a prorrogação por seis meses do estado de emergência nas áreas onde ocorre a ofensiva militar.

(Reportagem de Lanre Ola)

Mais conteúdo sobre:
NIGERIAATAQUEINSURGENTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.