Nigéria: Exército mata 50 supostos insurgentes

Militares da Nigéria atacaram durante os últimos dois dias o que identificaram como um acampamento insurgente no nordeste do país, provocando a morte de pelo menos 50 supostos seguidores da seita radical islâmica Boko Haram.

AE, Agência Estado

06 de setembro de 2013 | 17h21

O tenente coronel Sagir Musa, porta-voz do exército nigeriano, disse que uma divisão recém-formada do exército com o objetivo de combater a insurgência participou do ataque. O acampamento também foi alvo de ataques aéreos.

Também nesta sexta-feira, moradores de Bulabulin-Ngabura, um povoado perto da cidade de Maiduguri, disseram que nove pessoas foram assassinadas e uma família foi sequestrada em um ação da seita na região. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
NigériaviolênciaBoko Haram

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.