Nigéria recupera 50 corpos de vítimas de massacre

Os moradores de uma cidade nigeriana atacada na noite de segunda-feira pelo grupo extremista islâmico Boko Haram criticavam hoje as forças de segurança locais por não terem evitado um massacre apesar de terem sido alertadas sobre a aproximação dos milicianos. Até o momento, pelo menos 50 corpos foram recuperados am Gamboru, no nordeste da Nigéria, muitos dos quais queimados e inidentificáveis.

AE, Agência Estado

08 Maio 2014 | 17h05

Ainda não se sabe ao certo quantas pessoas morreram no massacre. Um senador que denunciou o crime disse que até 300 pessoas teriam morrido, mas uma fonte nos serviços de segurança disse que o mais provável é de que o número real gire em torno de cem.

Os corpos carbonizados foram retirados de lojas incendiadas nos arredores do principal mercado de cidade.

O ataque ocorre em meio a uma ofensiva do Boko Haram em meio à qual mais de 300 meninas foram sequestradas no mês passado. O líder do grupo extremista ameaça vendê-las como escravas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Nigéria massacre corpos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.