Nigéria rejeita alerta dos EUA de possível ataque a embaixadas

A Nigéria rejeitou nesta segunda-feira um alerta da embaixada dos Estados Unidos de um possível ataque a missões diplomáticas em Lagos, afirmando que não há provas de quaisquer "atividades terroristas" no país.

REUTERS

06 de abril de 2009 | 19h08

A embaixada dos EUA na Nigéria disse no domingo ter recebido informações de um possível ataque contra missões localizadas perto do consulado geral dos EUA em Lagos, a capital comercial do maior produtor de petróleo da África.

"A divulgação pela embaixada dos EUA dá uma falsa impressão da situação de segurança na Nigéria", disse a ministra da Informação, Dora Akunyili.

"Por essa razão, peço para que nigerianos, expatriados e turistas sigam com seus planos e negócios pois não há nenhuma ameaça crítica na forma de qualquer ameaça terrorista imediata", acrescentou.

A Nigéria, o oitavo maior exportador de petróleo do mundo, nunca foi alvo de um grande ataque terrorista.

Tudo o que sabemos sobre:
NIGERIAREJEITAALERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.