Nigéria volta a autorizar vacinação contra a pólio

O governador de uma província de maioria muçulmana na Nigéria revogou uma proibição da vacinação contra a pólio, em vigor há 11 meses. O governador Ibrahim Shekarau se disse ?convencido? de que as vacinas, administradas pela ONU, são seguras, a despeito dos boatos de que as doses são parte de um plano dos EUA para esterilizar as meninas da região. Shekarau pediu que a vacinação recomece o quanto antes.Quando a província de Kano decidiu suspender as vacinações, em agosto de 2003, a campanha mundial para eliminar a poliomielite, ou paralisia infantil, em todo o mundo até 2005 foi prejudicada, dizem representantes das Nações Unidas. Kano se tornou o epicentro global da disseminação da doença, que se espalhou até atingir países vizinhos, onde a pólio era tida como eliminada.A Nigéria informa mais de 250 casos neste ano, contra 56 no mesmo período de 2003. Epidemiologistas temem um grande surto para breve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.