No Congresso, Bush acusa Bin Laden

Muito aplaudido, o presidente dos Estados Unidos George Bush, fez na noite desta quinta-feira um discurso no Congresso prometendo justiça contra os terroristas que atacaram Nova York e Washington. "Se fará Justiça", conclamou. Ele acusou o milionário saudita Osama bin Laden pelos ataques e voltou a pedir à milícia Taleban, que controla boa parte do Afeganistão, que extradite Bin Laden.Segundo Bush, o terrorismo está presente em mais de 60 países. Ele voltou a falar em "ato de guerra" e que a liberdade foi atacada. Segundo ele, a guerra contra o terrorismo não acabará enquanto não for abatido o último terrorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.