No Haiti, Ban se diz comovido com ajuda internacional

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, chegou ao Haiti hoje para oferecer apoio aos esforços de resgate e recuperação do país, devastado por um terremoto de 7,0 graus no último dia 12. Ban Ki-moon disse que estava "bastante comovido e agradecido" pelos esforços internacionais de ajuda.

AE-AP, Agencia Estado

17 de janeiro de 2010 | 16h27

A primeira parada de Ban Ki-moon seria o prédio de cinco andares da ONU, que desabou com terremoto, soterrando o chefe da missão da ONU no Haiti, o tunisiano Hedi Annabi, e vários outros funcionários. O corpo de Annabi foi encontrado ontem.

O secretário-geral da ONU também faria um sobrevoo das áreas mais afetadas pelo tremor.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoBan Ki-moonajuda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.