No Líbano, ONU pede libertação de soldados israelenses

O chefe da delegação da Organização das Nações Unidas (ONU) que chegou neste domingo ao Líbano, Vijay Nambiar, pediu a libertação dos soldados israelenses que foram capturados na última quarta-feira pelo grupo radical Hezbollah, para que a paz pudesse retornar ao Oriente Médio.Nambiar explicou após uma reunião com o presidente do parlamento libanês, Nabi Berri, que viajou ao país para demonstrar o apoio da entidade aos cidadãos libaneses e ao primeiro ministro. Além disso, Nambiar pediu que o governo ampliasse o seu poder, para combater o Hezbollah, que controla o sul do país.O líder Druso, Walid Jumbla, que também esteve reunido com a delegação e o ministro de telecomunicações, Maruan Hamade, explicou que o "importante era tentar obter o cessar-fogo, para depois discutir alguma solução para a proteção do Líbano".O conflito entre o Hezbollah e Israel começou na última quarta-feira, depois que dois soldados israelenses foram seqüestrados por integrantes do grupo radical libanês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.