Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

No Paraguai, Câmara aprova início de processo de impeachment de Lugo

Proposta chegou após violento confronto gerado por ordem de despejo de trabalhadores sem-terra

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 11h38

ASSUNÇÃO - A Câmara dos Deputados do Paraguai aprovou nesta quinta-feira, 21, uma proposta inesperada para o impeachment do presidente do país, Fernando Lugo, pelo "fraco desempenho de suas funções", após o violento confronto gerado por uma ordem de despejo de trabalhadores sem-terra.

Veja também:

linkLugo pede investigação especial de confronto mortal no Paraguai

linkSete corpos de vítimas de confronto agrário no Paraguai são exumados

linkParaguai punirá culpados por mortes, diz Rubén Candia

A proposta foi aprovada por 73 votos a favor e um contra. Na última sexta-feira, uma operação do governo no nordeste do país para a retirada de sem-terra de uma fazenda particular causou a morte de 11 trabalhadores e seis policiais.

Após a votação, Lugo disse através de seu porta-voz que não renunciará ao cargo.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.