No Texas, 76 mil pedem indenização por furacão Ike

Mais de 76 mil notificações de prejuízos causados pelo furacão Ike foram entregues a uma associação de seguros apoiada pelo Estado do Texas, nos Estados Unidos. A entidade prevê pagar bilhões de dólares às vítimas da tempestade. O Ike atingiu Galveston e o sudeste do Texas no dia 13 de setembro. Nos primeiros dias após o fenômeno, seis mil pessoas procuraram a associação em busca de indenizações. Agora esse número caiu para 700 a 1.000 por dia de semana.O gerente-geral da Associação de Seguros de Tufões do Texas, Jim Oliver, advertiu hoje que o número final de pessoas ressarcidas dependerá de um fator. A entidade determinará se os prejuízos foram causados pelo vento ou pelas enchentes. A associação só pagará os prejuízos causados pelo vento, não pelas enchentes. "Nós examinaremos cada caso individualmente. Isso tornará o processo lento", avisou.As companhias do setor privado deixaram de vender seguros em muitos dos condados costeiros, após a passagem do Katrina e do Rita, em 2005. Com isso, a entidade apoiada pelo Texas passou a atuar em 14 condados desse Estado. Ela recebe parte de seus recursos de empresas que fazem negócios no Texas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.