Nobel da paz Eli Wiesel pode se candidatar à presidência de Israel

O escritor americano e prêmio Nobel da Paz em 1986, Elie Wiesel, pode ser um dos candidatos à possível sucessão do presidente israelense, Moshe Katsav. Após meses de investigação, Katsav foi acusado de estupro e abuso sexual de várias funcionárias da residência oficial.A rádio pública israelense informou nesta quarta-feira que o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, estuda a candidatura de Eli Wiesel para ocupar o posto de, Moshe Katsav.A emissora, que cita importantes fontes do escritório do primeiro-ministro, afirmou que Olmert ainda não tomou uma decisão. Além disso, o chefe de governo afirmou ontem que prefere que o futuro presidente do país, cujo cargo é quase simbólico, seja uma pessoa afastada do sistema político.Wiesel, de 78 anos e nascido na Romênia, é um sobrevivente do Holocausto e foi condecorado com o prêmio Nobel da Paz em 1986.O ministro da Habitação, Meir Sheetrit, afirmou nesta quarta-feira em declarações à emissora que não descarta nenhum deputado como possível candidato. Mas ele mesmo não quer disputar o cargo, que pode ficar vago em breve se as autoridades jurídicas processarem Katsav por supostos abusos sexuais.A ministra do Exterior, Tzipi Livni, disse que Katsav não deveria continuar na Presidência.Segundo o jornal Maariv, a maioria dos deputados do Partido Trabalhista apóia a candidatura do atual vice-primeiro-ministro, Shimon Peres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.