Noda vence eleição para ser primeiro-ministro do Japão

O ministro das Finanças do Japão, Yoshihiko Noda, saiu dos bastidores para se tornar o próximo primeiro-ministro, após uma eleição disputada, que se transformou em uma batalha mais entre as facções internas do Partido Democrático do Japão (PDJ) do que entre propostas políticas.

AE-DOW JONES, Agência Estado

29 de agosto de 2011 | 03h25

Noda, de 54 anos, derrotou o ministro de Indústria e Comércio Exterior Banri Kaieda, por 215 votos a 177, em um segundo turno realizado após a exclusão de outros três concorrentes, já que ninguém conseguiu a maioria absoluta dos votos. Kaieda foi derrotado mesmo tendo o apoio de Ichiro Ozawa, "cacique" do PDJ, e de sua facção de cerca de 120 parlamentares. Ozawa foi suspenso do PDJ enquanto aguarda julgamento em um escândalo de financiamento de campanha e por isso não pôde votar.

Ministro de Finanças desde junho do ano passado, Noda tem sido considerado um conservador de mão firme em matéria fiscal, em meio à turbulência econômica internacional e sob uma série de choques que atingiram a economia japonesa, em particular depois do terremoto e tsunami de 11 de março. As informações são da Dow Jones. (Hélio Barboza)

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoeleiçãopremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.