Nome de atirador de Washington é confirmado

A assistente de direção da polícia federal dos Estados Unidos (FBI, por sua iniciais em inglês), Valerie Parlave, confirmou que o atirador da base naval de Washington é Aaron Alexis, de 34 anos, de Fort Worth, do Texas. O FBI publicou fotos do suspeito e pediu que as pessoas dessem informações sobre o atirador assassinado.

AE, Agência Estado

17 Setembro 2013 | 03h56

A confirmação ocorreu durante entrevista coletiva na noite desta segunda-feira. Durante o ataque, pelo menos 13 pessoas foram mortas, incluindo Alexis.

O atirador foi expulso da Marinha em janeiro de 2011 depois de uma prisão. Ele teria começado a servir na Marinha em maio de 2007. De acordo com um funcionário do ministério da Defesa norte-americano, Alexis foi expulso após uma série de incidentes e prisões repetidas. "Não há dúvida de que havia um padrão de má conduta", relatou o funcionário.

Em 2011, um policial foi chamado por uma mulher que relatou que o seu vizinho havia atirado contra o seu apartamento. O atirador teria reclamado dias antes do disparo que a vizinha fazia muito barulho. Na ocasião, Alexis afirmou que teria disparado a arma acidentalmente enquanto a limpava. Ninguém ficou ferido e nenhuma acusação foi formalizada.

Em 2004, a polícia de Seattle prendeu Alexis depois que ele atirou contra os pneus do carro de um homem. Na época, o atirador afirmou que estava perturbado com os acontecimento que acompanhou durante o atentado de 11 de setembro de 2001. De acordo com a polícia, o pai de Alexis disse que seu filho esteve envolvidos nos esforços de resgate do atentado e que ele teve problemas de transtorno de estresse pós-traumático. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
euawashingtonmarinhacoletiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.