Nono jornalista é morto a tiros desde janeiro

HONDURAS

, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2010 | 00h00

O jornalista hondurenho Luis Mondragon foi morto a tiros na noite de segunda-feira enquanto deixava a emissora de televisão em que trabalhava. Mondragon, diretor de notícias do Canal 19, é o nono jornalista assassinado desde o início do ano. Ainda assim, as autoridades hondurenhas acreditam que não há relação entre os crimes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.