Nordeste dos EUA registra terceira tempestade de neve em duas semanas

Nordeste dos EUA registra terceira tempestade de neve em duas semanas

Em algumas áreas de Massachusetts, chegou a 30 centímetros de altura e a expectativa era que a nevasca durasse o dia todo

O Estado de S. Paulo

09 de fevereiro de 2015 | 15h37

WASHINGTON - A terceira grande tempestade de neve em menos de duas semanas atingiu o nordeste dos Estados Unidos. Em algumas áreas de Massachusetts a neve chegou a 30 centímetros de altura na madrugada desta segunda-feira, 9, e a expectativa era de que a tempestade durasse o dia todo.

Na região de Boston são esperados até 60 centímetros de neve até terça-feira. Metade dessa quantidade é esperada em Hartford, Connecticut, Providence e Rhode Island.

O governador de Massachusetts, Charlie Baker, disse que o fato de haver uma série de tempestades "é algo sem precedentes" e ordenou que funcionários públicos não emergenciais permanecessem em casa.

O aeroporto Logan, em Boston, só irá permitir o pouso e a decolagem de uma quantidade limitada de voos nesta segunda-feira, então os passageiros terão de entrar em contato com as companhias aéreas para verificar se seus voos não foram cancelados, disse o governador.

Funcionários da gestão de emergência de Massachusetts disseram que telhados sobrecarregados pela neve ruíram em três cidades. Não havia informações sobre feridos.

A companhia ferroviária Amtrak cancelou parte de seu serviço de transporte de passageiros no norte do Estado de Nova York por causa da tempestade.

No domingo, autoridades anunciaram que escolas e alguns serviços municipais em muitas comunidades permaneceriam fechados e que estacionar carros em algumas áreas seria proibido. Na medida em que aumentava o número de acidentes, motoristas foram aconselhados a permanecer longe de estradas escorregadias. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtempestade de nevenordeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.