Reuters
Reuters

Noriega embarca para o Panamá após ser extraditado da França

Voo deve chegar ao panamá às 17h30; ex-ditador panamenho cumprirá pena de 20 anos de prisão

Agência Estado e Reuters,

11 de dezembro de 2011 | 09h07

O ex-ditador panamenho Manuel Noriega deixou a França neste domingo de manhã para cumprir uma sentença de 20 anos em seu país de origem, o Panamá. Ele foi condenado a prisão por assassinatos a opositores durante seu governo, na década de 1980.

 

Noriega, 77 anos, saiu do poder após uma invasão dos EUA no Panamá em 1989. Desde então, ele viveu em outros países, primeiro nos EUA (Flórida) e depois na França (Paris).

Um voo da companhia Iberia levando o ex-mandatário panamenho decolou do aeroporto de Orly, em Paris, por volta das 5h (horário de Brasília) em direção a Madri, de onde Noriega seguiu para o Panamá, onde cumprirá uma sentença de prisão. A previsão inicial era de chegada ao panamá às 17h30 (horário local).

"Eu estou dentro do avião" com Noriega, disse à agência France Presse um integrante da delegação panamenha que acompanhava o ex-ditador, em condição de anonimato, pouco depois de Noriega embarcar na aeronave.

O ministro de Relações Exteriores do Panamá, Roberto Henriquez, anunciou na quarta-feira pelo Twitter que Noriega chegaria ao país no domingo, após sua extradição da França.

O ex-líder de 77 anos já cumpriu pena de mais de 20 anos em prisões nos Estados Unidos e na França. Nesse período, ele foi condenado em seus país pelo assassinato de dois opositores políticos nos anos 1980 e condenado a 20 anos em cada caso.

Autoridades panamenhas disseram que ele será enviado diretamente para a prisão, assim que chegar ao país. Mas o ex-ditador pode deixar a cadeia de acordo com uma lei panamenha que permite que prisioneiros com mais de 70 anos cumpram o restante da pena em prisão domiciliar.  

 

Noriega governou o Panamá como um déspota entre 1983 e 1989, quando entrou em rota de colisão com os EUA, após fraudar as eleições vencidas por Guillermo Endara. No final de 1989, Washington realizou a invasão militar do Panamá, capturando o ditador e o levando para os EUA, onde ele foi julgado por tráfico de drogas em Miami e sentenciado a 20 anos de prisão. Noriega foi libertado nos EUA em 2009 mas foi extraditado à França em 2010, onde enfrentou acusações de ter lavado US$ 3 milhões de dinheiro vindo do narcotráfico. Ele foi condenado e recebeu uma sentença de sete anos de prisão.

 

As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaNoriegaPanamá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.