Norte-coreanos irão a funeral de sul-coreano

O governo da Coreia do Sul confirmou ontem que a Coreia do Norte enviou condolências oficiais pela morte, na terça-feira, do ex-presidente Kim Dae-jung. Norte-coreanos também pediram para mandar uma delegação ao funeral do líder. As relações entre Pyongyang e Seul se deterioram desde que Lee Myung-bak assumiu a presidência sul-coreana, em 2008. Mas, recentemente, a Coreia do Norte baixou o tom das ameaças, prometendo reabrir sua fronteira a turistas sul-coreanos e retomar o projeto do parque industrial binacional de Kaesung na região de fronteira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.