Norte da Nigéria tem ao menos 20 casos de poliomielite

Pelo menos 20 casos de poliomielite foram diagnosticados este ano em seis Estados do norte da Nigéria, informou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Jacques Boyer, vice-representante da Nigéria no Unicef, falou sobre a situação em uma reunião com líderes religiosos e tradicionais da cidade de Kano. Ele observou que a Nigéria vinha registrando uma redução significativa dos casos da doença, caindo de 338 em 2009 para 21 em 2010. Agora, porém, disse que a luta contra a doença parece ter saído dos trilhos.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 16h48

A pólio esteve perto de ser considerada uma doença erradicada do mundo nos últimos anos. Em 2003, no entanto, líderes religiosos locais promoveram um boicote a uma campanha de vacinação, qualificando-a como um complô do Ocidente para tornar os muçulmanos inférteis e infectá-los com o vírus da aids. A doença então ressurgiu em 27 países da África, da Ásia e do Oriente Médio a partir de 2003.

Crianças com menos de cinco anos são as principais vítimas e o contágio se dá quando pessoas não vacinadas entram em contato com as fezes de pessoas contaminadas com o vírus, geralmente por meio da água. Ela ataca o sistema nervoso, provoca paralisia, atrofia muscular, deformação e, em muitos casos, a morte. Apenas uma em cada 200 crianças infectadas desenvolve os sintomas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Nigérianortepoliomielitecasos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.