Norte declara governo sul-sudanês 'inimigo'

O Parlamento do Sudão aprovou ontem por unanimidade ma resolução que declara o governo do Sudão do Sul seu "inimigo". Na quinta-feira, os sul-sudaneses anunciaram a tomada de Heglig, na região da fronteira entre os dois países, rica em petróleo. "O governo do Sudão do Sul é um inimigo", disse a declaração de Cartum. "Anunciamos que combateremos (os governantes do Sul). Estamos reunindo todos os recursos para alcançar esse objetivo", disse Ahmed Ibrahim al-Tahrir, presidente do Parlamento sudanês.

O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.