Norte e sul sudanês concordam em desmilitarizar região

Um funcionário da União Africana (UA) na Etiópia afirmou que o norte e o sul do Sudão concordaram em desmilitarizar a disputada região de Abyei e permitir que mantenedores de paz da Etiópia sigam para a área. Um porta-voz do ex-presidente sul-africano Thabo Mbeki, Barney Afako, disse hoje que o acordo foi fechado após dois dias de conversas. Mbeki ajuda a liderar as negociações.

AE, Agência Estado

13 de junho de 2011 | 14h45

Mais cedo, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse querer ver as tropas do norte retiradas da disputada região central de Abyei e notou que o envio de mantenedores de paz etíopes seria algo bem-vindo. O sul do Sudão se separou do norte no último dia 9 de julho, porém as tensões entre os dois lados cresceram desde então, por questões de fronteira. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Sudãodesmilitarizaçãonortesul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.