Noruega acusa Breivik de terrorismo

O fundamentalista cristão Anders Behring Breivik, que matou 77 pessoas em julho na Noruega, foi acusado formalmente de terrorismo ontem. Promotores afirmaram que buscarão uma pena de tratamento psiquiátrico para o réu, cujo julgamento está previsto para começar no próximo mês. Se um diagnóstico que lhe atribui problemas mentais for contestado, uma pena de 21 anos de prisão será pedida.

O Estado de S.Paulo

08 de março de 2012 | 03h00

Breivik organizou e executou um duplo atentado em Oslo e na Ilha de Utoya. As vítimas eram em sua maioria crianças e jovens que acampavam em um evento do Partido Trabalhista da Noruega. Antes do ataque, o radical divulgou um confuso manifesto na internet, culpando o multilateralismo e o secularismo pela crise europeia. Ele está preso desde então.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.