NORUEGA PODE DESTRUIR ARMAS DA SÍRIA

A Noruega foi chamada para ajudar a destruir o arsenal químico da Síria como parte dos esforços da Organização das Nações Unidas (ONU) de livrar o país de armas de destruição em massa, segundo reportagem deste sábado no site do canal público de TV norueguês NRK. Tanto oficiais dos Estados Unidos como da Rússia se aproximaram do governo da Noruega por meio de pedidos verbais de ajuda.

Agência Estado

05 de outubro de 2013 | 16h33

Os dois países consideram que a Noruega está numa localização propícia para esse trabalho perigoso, uma vez que é politicamente estável e tem abundância de água, que é necessário para a tarefa, segundo a NRK.

De acordo com a resolução 2118 do Conselho de Segurança da ONU, adotado no mês passado, a Síria tem até o fim de 2014 para destruir as armas químicas.

O ministro das Relações Exteriores da Noruega, Ragnhild Imerslund, não confirmou imediatamente os detalhes específicos da reportagem, mas disse que a nação escandinava está pronta para ajudar. "o que posso confirmar é que a Noruega está examinando cuidadosamente para implementação da resolução do Conselho de Segurança da ONU", disse o ministro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
NORUEGASÍRIAARMAS QUIMICAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.