Noruega rejeita extradição de suspeito de terrorismo

A Noruega rejeitou o pedido de extradição, feito pela Jordânia, do suposto líder espiritual de um grupo islâmico baseado no Iraque, suspeito de ligações com a Al-Qaeda. O governo norueguês disse que os documentos apresentados não dão base suficiente para a abertura de um caso contra o mulá Krekar.Krekar, refugiado na Noruega, é apontado como líder espiritual do Ansar al-Islam, um grupo de curdos islâmicos fundamentalistas que atua no norte do Iraque, considerado terrorista pelos EUA e pela ONU. A Jordânia exigiu a extradição de Krekar por tráfico de drogas, depois que a Holanda deportou o mulá para a Noruega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.