Noruegueses morrem após ataque na Argélia

A companhia de energia norueguesa Statoil informou nesta sexta-feira que três de seus funcionários que haviam desaparecido após um ataque em uma fábrica de gás na Argélia estão mortos. A empresa não deu detalhes sobre as vítimas ou as circunstâncias em que foram encontradas.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2013 | 15h53

Dois outros funcionários da Statoil continuam desaparecidos desde o ataque ocorrido em 16 de janeiro em duas fábricas no Sahara. Uma organização afiliada da Al-Qaeda assumiu responsabilidade pelo ataque.

As autoridades da Argélia afirmaram que pelo menos 37 pessoas foram feitas reféns e 29 militantes morreram no ataque. Cinco pessoas ainda estão desaparecidas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ArgéliaNoruegamortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.