Nos EUA, 9 morrem após tiroteio em igreja na Carolina do Sul

Nove pessoas morreram na noite desta quarta-feira, 17, após um tiroteio na Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel, no centro da cidade de Charleston, na Carolina do Sul (EUA), segundo o prefeito Joseph Riley. O atentado teria acontecido por volta das 21h (horário local).

ASSOCIATED PRESS, Estadão Conteúdo

18 de junho de 2015 | 06h53

A polícia de Charleston ainda está a procura do criminoso, que seria branco e teria cerca de 20 anos de idade, de acordo com o chefe da polícia de Charleston, Gregory Mullen. "Creio que se trata de um crime de ódio", afirmou Mullen.

Em resposta ao atentado, a governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley, disse que "embora não saibamos dos detalhes do crime, nós sabemos que nunca vamos entender o que motiva uma pessoa a entrar em nossos locais de culto e tirar a vida dos outros". Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
tiroteioigrejaEUACharleston

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.