Notas não dão detalhes sobre morte de brasileiro no Iraque

Notas emitidas informam que restos mortais do brasileiro foram encontrados

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h05

O engenheiro brasileiro João José de Vasconcellos Júnior, que trabalhava para a construtora Norberto Odebrecht no Iraque, desapareceu no dia 19 de janeiro de 2005 e seu paradeiro continuava indefinido desde então. Nesta quinta-feira, 14, a construtora e governo brasileiro informaram, em notas divulgadas, sobre localização de seus restos mortais. Confira as notas:Nota divulgada pela OdebrechtForam localizados os restos mortais do nosso colega João José Vasconcellos Júnior, desaparecido no Iraque em 19 de janeiro de 2005. Após confirmação da identidade de João, por meio de exame realizado por peritos forenses, a repatriação dos seus restos mortais foi realizada com o apoio da Embaixada do Brasil no Kuwait. Desde o desaparecimento de João Vasconcellos, quando do ataque ao comboio em que viajava de Baiji para Bagdá, em 19 janeiro de 2005, foram feitos inúmeros contatos, liderados pelo Itamaraty, com autoridades estrangeiras e organizações não-governamentais. Personalidades esportivas e líderes religiosos fizeram apelos humanitários no Brasil e no exterior. A busca por informações foi desenvolvida de forma ininterrupta e em contato permanente com a família Vasconcellos. Também foram veiculados, na imprensa escrita e em cadeias de televisão nos países árabes, mensagens dos familiares de João. Todas as iniciativas possíveis foram tomadas, com a cautela e a discrição necessárias, tendo em conta a natureza sensível do caso. A Odebrecht lamenta profundamente o triste desfecho do desaparecimento do nosso querido colega João Vasconcellos e agradece a estreita cooperação estabelecida com todas as entidades envolvidas no Brasil e no exterior e, em especial, com o governo brasileiro e com a família Vasconcellos. Todos aqueles que conviveram com o João, ao longo dos mais de 20 anos em que ele trabalhou conosco, aprenderam a admirá-lo e a desfrutar do seu agradável convívio. A Odebrecht apresenta à família Vasconcellos, amigos e colegas de trabalho, expressões do mais profundo pesar.Nota divulgada pelo Itamaraty Foram localizados os restos mortais do cidadão brasileiro João José Vasconcellos Júnior, engenheiro da Construtora Norberto Odebrecht, desaparecido no Iraque em 19 de janeiro de 2005. Foi confirmada a identidade do cidadão brasileiro em exame realizado por peritos forenses e, com o apoio da Embaixada do Brasil no Kuwait, providenciada a repatriação dos restos mortais, que chegaram hoje, 14 de junho, a São Paulo. Como se recorda, desde o desaparecimento do cidadão brasileiro, foram realizados inúmeros contatos, inclusive no mais alto nível, junto a governos estrangeiros e entidades não-governamentais. Personalidades políticas, esportivas e religiosas fizeram apelos humanitários, e familiares do engenheiro gravaram mensagens, veiculadas na imprensa escrita e em cadeias de televisão dos países árabes. Membros das comunidades árabe e islâmica no Brasil também cooperaram na busca de informações. Ao lamentar a morte do engenheiro João José Vasconcellos Júnior, o governo brasileiro apresenta a sua família e amigos as expressões do mais profundo pesar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.