Nova administração da NTV toma posse

Os auto-proclamados novos diretores da única rede nacional independente de TV da Rússia, a NTV, tomaram de assalto a sede da emissora na manhã deste sábado, substituindo os seguranças da TV por policiais, demitindo jornalistas que se recusaram a obedecer à nova autoridade, e interrompendo o noticiário da manhã no meio da transmissão. O primeiro sinal real do impacto da tomada da NTV aconteceu às 8:06 (horário local), quando o âncora do noticiário da manhã, Andrei Norkin, um dos jornalistas que mais protestaram contra a tomada da empresa, foi cortado no meio de uma frase, quando tentava dar sua versão do ocorrido durante a madrugada na sede da TV. Os novos administradores da NTV são liderados pelo financista norte-americano Boris Jordan, que já advertiu os bancos para que não negociem com o canal até que ele possa assumir plenamente como novo diretor e completar a transição da compra pela gigante do gás natural Gazprom. A direção da TV foi substituída na assembléia societária do dia 3 de abril. A empresa estatal Gazprom, afirma querer melhorar a posição finaceira do grupo. Os jornalistas da NTV dizer ser vítimas dos ataques do Kremlin à liberdade de imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.