Ben Stansall/AFP
Ben Stansall/AFP

Nova cepa faz rainha mudar planos e passar Natal em Windsor

Um tradicional almoço de fim de ano que Elizabeth oferece para a família real já havia sido cancelado na semana passada

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2021 | 19h16

LONDRES - A variante Ômicron fez Elizabeth II mudar seus planos para o Natal. A rainha celebrará as festas em Windsor, em vez de sua escolha habitual, em sua casa de campo de Sandringham, de acordo com uma fonte do Palácio de Buckginham. A decisão é uma precaução para evitar a nova cepa, que vem se espalhando rapidamente pelo Reino Unido

“Foi uma decisão pessoal tomada depois de uma consideração cuidadosa, e reflete uma abordagem de precaução”, afirmou a fonte. “Haverá visita de parentes a Windsor durante o período de Natal e todas as diretrizes apropriadas serão seguidas.” 

Um tradicional almoço de fim de ano que Elizabeth oferece para a família real já havia sido cancelado na semana passada. 

As infecções por coronavírus estão aumentando no Reino Unido - até 60% em uma semana - enquanto a Ômicron substituiu a Delta como a variante dominante. O primeiro-ministro Boris Johnson disse que novas restrições podem ter de ser introduzidas para diminuir sua disseminação. Seu ministro da Saúde se recusou a afastar a imposição de novas medidas antes do Natal.

Por anos, membros da extensa família real do Reino Unido passaram as férias em Sandringham, onde multidões se reuniam para vê-los frequentar a igreja local no dia de Natal.

A rainha cortou viagens e trabalho desde que passou uma noite no hospital em outubro e recebeu ordens de seus médicos para descansar. Desde então, ela assumiu tarefas leves, incluindo audiências virtuais com diplomatas e conversas com o primeiro-ministro.

Este é o primeiro Natal da rainha desde a morte de seu marido por 73 anos, o príncipe Philip, em abril, aos 99 anos. O casal real passou seu último Natal juntos em Windsor no ano passado./REUTERS e AP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.