Akos Stiller/Bloomberg; EFE/EPA/RON SACHS
Akos Stiller/Bloomberg; EFE/EPA/RON SACHS

Nova crise atinge Casa Branca após denúncia de que Trump revelou dados à Rússia

Jornalistas lotam corredores da Casa Branca em busca de explicações do governo, mas poucas perguntas foram respondidas até agora

O Estado de S.Paulo

16 Maio 2017 | 06h03

WASHINGTON – O governo de Donald Trump reacende o alerta de crise ao reagir à denúncia de que o presidente revelou informações altamente confidenciais à Rússia. A tensão chegou à Casa Branca após reportagem do jornal Washington Post que revelou que Trump encontrou oficiais russos em uma reunião na semana passada.

Logo após a divulgação, nesta segunda-feira, 15, começaram as reuniões a portas fechadas, os corredores da Casa Branca ficaram abarrotados de jornalistas, comunicados foram apressados, mas poucas perguntas foram respondidas. Representantes do governo negaram o conteúdo da reportagem, mas se negaram a responder a qualquer pergunta específica.

O cenário se tornou familiar desde a posse do novo presidente norte-americano, conforme destaca a agência Associated Press. Notícias urgentes são divulgadas e os assessores pagos para esclarecê-las parecem sempre pegos de surpresa.

As cenas bizarras registradas na noite desta segunda-feira, 15, incluíram um encontro surpresa entre repórteres e o conselheiro de Segurança Nacional, H. R. MacMaster, e uma tentativa de abafar possíveis conversas com o volume alto de uma televisão. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.