Nova inundação prende mais oito mineiros na China

Cerca de 200 pessoas buscam trabalhadores de mina de carvão; 181 continuam presos no leste do país

Efe,

24 de agosto de 2007 | 11h31

Oito mineiros ficaram presos devido à inundação de uma mina de carvão no sudoeste da China, enquanto diminuem as esperanças de encontrar sobreviventes entre os 181 trabalhadores que estão em dois poços do leste do país. Segundo informa nesta sexta-feira, 24, a imprensa local, cerca de 200 pessoas participam das tarefas de salvamento dos oito presos desde quinta-feira em um poço da província de Sichuan, que inundou por causas desconhecidas. Enquanto isso, na cidade de Xintai (província de Shandong), as equipes de resgate continuam trabalhando para retirar a água dos dois poços onde 181 mineiros estão presos desde sexta-feira passada. No entanto, as autoridades disseram que "não há esperanças" de encontrar sobreviventes. O acidente ocorreu quando as intensas chuvas na zona causaram a ruptura de um dique e a água deste se infiltrou nos dois poços próximos, deixando 172 trabalhadores presos em um e nove no outro. Desde julho, 15 minas foram inundadas devido às fortes chuvas próprias desta época do ano na China, segundo números oficiais divulgados esta semana. Nos primeiros sete meses do ano, 2.000 pessoas morreram nas minas de carvão chinesas, as mais perigosas do mundo, com cerca de 5.000 mortos ao ano segundo números oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
inundaçãominaChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.