Nova Jersey declara estado de emergência antes de Sandy

Governador Chris Christie alerta para 'severa e potencialmente devastadora tempestade'

AE, Agência Estado

27 de outubro de 2012 | 21h09

O governador de Nova Jersey, Chris Christie, declarou estado de emergência neste sábado, 27, em antecipação à passagem do furacão Sandy, advertindo que partes do Estado podem ficar sem energia elétrica durante dias. No Departamento de Incêndio de East Keansburg, em North Middletown, o governador afirmou a uma plateia composta por vários residentes, pela imprensa e autoridades eleitas, que o furacão deve provocar uma "severa e potencialmente devastadora tempestade" ao atingir Nova Jersey a partir da noite de domingo e "estar com total força na segunda-feira".

Ele pediu aos residentes que levem em consideração a seriedade do furacão, citando o potencial de ser ainda pior do que o furacão Irene. "Não devemos subestimar o impacto da tempestade", disse. Segundo o governador, as companhias de energia elétrica consideram que os residentes podem ficar sem energia de sete a dez dias.

O governador cancelou um evento de campanha em Nevada, previsto para a terça-feira, 30, e ordenou a evacuação de residentes das ilhas costeiras de Sandy Hook até Cape May a partir das 16h, pelo horário local, deste domingo. Ele informou ainda que os parques estaduais serão fechados a partir da meia-noite de domingo e os casinos de Atlantic City serão fechados também até as 16 horas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.