Nova Jersey declara estado de emergência antes de Sandy

Governador Chris Christie alerta para 'severa e potencialmente devastadora tempestade'

AE, Agência Estado

27 de outubro de 2012 | 21h09

O governador de Nova Jersey, Chris Christie, declarou estado de emergência neste sábado, 27, em antecipação à passagem do furacão Sandy, advertindo que partes do Estado podem ficar sem energia elétrica durante dias. No Departamento de Incêndio de East Keansburg, em North Middletown, o governador afirmou a uma plateia composta por vários residentes, pela imprensa e autoridades eleitas, que o furacão deve provocar uma "severa e potencialmente devastadora tempestade" ao atingir Nova Jersey a partir da noite de domingo e "estar com total força na segunda-feira".

Ele pediu aos residentes que levem em consideração a seriedade do furacão, citando o potencial de ser ainda pior do que o furacão Irene. "Não devemos subestimar o impacto da tempestade", disse. Segundo o governador, as companhias de energia elétrica consideram que os residentes podem ficar sem energia de sete a dez dias.

O governador cancelou um evento de campanha em Nevada, previsto para a terça-feira, 30, e ordenou a evacuação de residentes das ilhas costeiras de Sandy Hook até Cape May a partir das 16h, pelo horário local, deste domingo. Ele informou ainda que os parques estaduais serão fechados a partir da meia-noite de domingo e os casinos de Atlantic City serão fechados também até as 16 horas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.