Nova manifestação por liberdade de expressão termina em pancadaria

A polícia da cidade chinesa de Guangzhou, no Cantão, teve trabalho ontem para separar uma pancadaria entre manifestantes a favor da liberdade de expressão e simpatizantes do Partido Comunista. O confronto ocorreu diante da sede do jornal Southern Weekly. Desde segunda-feira, os jornalistas do semanário organizam uma greve contra a censura imposta pelo governo local. Na terça-feira, o movimento ganhou força com a participação de parte da população e de celebridades chinesas, que postaram mensagens de apoio na internet e criaram um problema para o PC. O principal órgão de propaganda do governo afirmou ontem que o controle de Pequim sobre a imprensa continuará "inabalável".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.