Nova onda de repressão mata 13 civis no país

Pelo menos 13 civis morreram ontem em várias regiões da Síria atingidos pelos disparos das forças de segurança em postos de controle e durante um funeral, entre outras operações de repressão, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos. A organização opositora informou em comunicado sobre a morte de quatro pessoas na cidade de Maaret al-Neeman, em Idlib; quatro na Província de Homs; três em Hersata, nos arredores da capital Damasco; e dois em Deraa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.