Nova resolução prepara guerra mas dá chance ao Iraque

Os Estados Unidos e o Reino Unido apresentarão em breve uma nova proposta de resolução da ONU que abre o caminho para uma ação militar, ao mesmo tempo em que dá a Saddam Hussein algumas poucas semanas finais para cooperar totalmente com os inspetores de armas, dizem diplomatas. Autoridades americanas e britânicas informaram ontem que o texto, curto, começará a circular no final desta semana ou no início da próxima, e declarará o Iraque em ?flagrante violação? de suas obrigações de desarmamento perante a ONU. Essa linguagem poderá dar respaldo legal para uma guerra.?Chegou a hora de o Conselho de Segurança considerar uma resolução que diz que o Iraque está em violação flagrante?, disse Richard Grenell, porta-voz do embaixador dos EUA na ONU, John Negroponte. Americanos e britânicos então exigirão que o Conselho se decida sobre a resolução em duas ou três semanas, disseram diplomatas dos dois países, sob condição de anonimidade. O prazo final poria todas as partes envolvidas a par de que a guerra se aproxima, a menos que o Iraque demonstre cooperação efetiva com as inspeções.Detalhes desse plano britânico-americano vieram à tona na quarta-feira, ao final de uma reunião de dois dias do Conselho de Segurança onde mais de 60 países se manifestaram sobre a crise iraquiana. A vasta maioria pediu mais inspeções uma intensificação do esforço para desarmar Saddam por meios pacíficos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.