Nova reunião entre China e dalai lama acontece daqui um mês

Data exata do próximo encontro ainda está por ser decidida entre o governo e representantes do líder espiritual

Efe,

12 de maio de 2008 | 02h54

O governo chinês anunciou uma nova rodada de conversas com o dalai lama, líder espiritual tibetano no exílio, dentro de um mês, segundo disse uma fonte próxima às conversas à agência oficiosa China News Agency. Representantes de ambas as partes se reuniram no dia 4 de maio na cidade chinesa de Shenzhen (sul) em um encontro que durou poucas horas e pela primeira vez desde as revoltas tibetanas de meados de março. O funcionário anônimo informou à agência que o diálogo com os emissários do dalai lama era "solene e sério", em resposta às críticas que dão conta de que tais encontros são apenas para aplacar os ataques recebidos por Pequim por causa da violenta repressão militar dos protestos. No entanto, esta fonte acrescentou que a data exata do próximo encontro ainda está por ser decidida, "já que os enviados do dalai lama precisam de tempo para informar o líder espiritual".

Tudo o que sabemos sobre:
Chinadalai lama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.