Angel Franco/The New York Times
Angel Franco/The New York Times

Nova York identifica vítima do 11 de Setembro 16 anos depois

De acordo com o jornal 'The New York Times', há mais de dois anos nenhuma outra vítima do ataque era identificada; ao menos 1.112 vítimas do total conhecido de 2.753 não tiveram os restos mortais confirmados até hoje

O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2017 | 12h47

NOVA YORK - Autoridades de Nova York identificaram os restos mortais de uma vítima do 11 de Setembro, passados 16 anos do ataque ao World Trade Center. A pedido da família o nome da vítima - um homem - não será divulgado, informou o Instituto Médico Legal da cidade.

Mais de 2.750 pessoas morreram no ataque cometido com dois aviões de passageiros sequestrados e lançados contra as Torres Gêmeas. Até agora, foram identificados os restos mortais - fragmentos ósseos em sua maioria - de 1.641 pessoas, do total conhecido de 2.753 mortos.

Essa última identificação foi a primeira em mais de dois anos, segundo o jornal The New York Times.

"Esse trabalho em curso é vital, porque, com cada nova identificação, temos condições de trazer respostas às famílias afetadas por uma tremenda perda", disse ao NYT a médica legista chefe da cidade, Barbara Sampson. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.