Nova York perdeu US$ 40 bilhões com atentados

Calcula-se em US$ 40 bilhões as perdas da cidade de Nova York em razão dos atentados terroristas de 11 de setembro contra as torres gêmeas do World Trade Center (WTC). As perdas são notavelmente superiores às provocadas pelo furacão Andrew, em 1992 (US$ 30 bilhões) e o terremoto na Califórnia, em 1994.Grande parte dos custos não se refere aos danos causados às propriedades, mas às perdas humanas (custos de seguros), à queda da confiança dos consumidores e do turismo. As perdas do setor de transportes na região de Nova York e New Jersey são estimadas em US$ 2,4 bilhões.Em relação ao World Trade Center, as perdas da estrutura interna - telefones, computadores, redes de comunicação e equipamento técnico - estão calculadas entre US$ 2 bilhões e US$ 5 bilhões. A tudo isto se somam as perdas de quase US$ 6 bilhões em aluguéis dos escritórios. No WTC, perderam seu emprego 2.000 pessoas que trabalhavam na manutenção do complexo, 1.500 do setor alimentício e 1.000 do setor hoteleiro. Os prejuízos globais na Big Apple - somando restaurantes escritórios e hotéis - são de cerca de US$ 500 milhões por dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.