Nova Zelândia analisa vacina já aplicada em 1,1 milhão de pessoas

Cerca de 1,1 milhão de pessoas na Nova Zelândia receberam uma vacina contra meningite fabricada na Noruega que agora é investigada por risco de causar síndrome de fadiga crônica, informou neste domingo o jornal "Sunday Star Times".Noruega e Nova Zelândia são as duas únicas nações que utilizam deste remédio fabricado nos anos 80 e que até o momento parecia seguro.O problema surgiu quando 19 das 180 mil pessoas que receberam a vacina na Noruega durante o período de teste, há duas décadas, desenvolveram a síndrome de fadiga crônica.O Ministério da Saúde neozelandês indicou que atendimento realizado por um grupo internacional de médicos na Noruega para determinar a idoneidade da fórmula é seguido com atenção.A Nova Zelândia comprou a vacina em 2001 e 2004, submetendo-a a uma revisão sanitária antes que ela fosse declarada segura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.