Nova Zelândia põe em quarentena estudantes vindos do México

Governo das Filipinas também proibiu a importação de produtos de porco dos Estados Unidos e México

EFE

26 de abril de 2009 | 05h28

As autoridades da Nova Zelândia puseram em quarentena um grupo de estudantes que acaba de retornar do México depois que alguns membros da expedição apresentaram sintomas similares à gripe suína. Três professores e 22 alunos de um colégio universitário de Auckland voltaram no sábado ao país, informaram a imprensa local.

 

Depois que alguns estudantes apresentaram sintomas todos foram postos em quarentena e submetidos a testes para averiguar se contraíram a gripe suína, explicou o porta-voz do Ministério da Saúde neozelandês, Michael Flyger.

 

Vários Governos da Ásia e Oceania declararam alerta perante a possibilidade de que o vírus chegue a seus países procedente dos Estados Unidos e México.

 

Filipinas proíbe importação de porco dos Estados Unidos e México

 

O Governo das Filipinas proibiu neste domingo a importação de produtos de porco procedentes dos Estados Unidos e México, por medo de que chegue ao país o surto de gripe suína que causou a morte de dezenas de pessoas.

 

Além disso, as autoridades aeroportuárias têm ordens de submeter a testes médicos todos os passageiros que cheguem dos EUA, caso apresentem sintomas similares aos da doença, anunciou o ministro da Saúde filipino, Arthur Yap.

 

As Filipinas sofreram no começo do ano uma epidemia dovírus Ebola-Reston, que inicialmente só afetava animais mas finalmente foi transmitida a seus cuidadores, embora não tenha havido vítimas fatais. Vários Governos da Ásia e Oceania declararam alerta perante a possibilidade de que o vírus chegue a seus países procedente dos Estados Unidos e México.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.