Nova Zelândia tem mais 25 baleias mortas e 49 encalhadas

Cientistas não sabem explicar as razões que levam os cetáceos a morrerem ou ficarem encalhados na praia

Efe

22 de setembro de 2010 | 05h32

SIDNEY - A Nova Zelândia vive novos momentos de tristeza e ansiedade depois que 25 baleias piloto morreram e outras 49 estão encalhadas em uma praia do extremo norte do país, segundo o departamento de Conservação de Wellington.

Voluntários e especialistas se dirigem à remota praia de Spirits Bay, onde os cetáceos ficaram presos.

"Precisamos de tantos voluntários quanto for possível, pois até amanhã (quinta-feira) não poderemos tentar fazê-las flutuar e teremos que cuidar delas durante um tempo", disse Jonathan Maxwell, especialista em resgate à agência australiana AAP.

Em agosto, outro grupo de 58 baleias ficou encalhado em uma praia, também no norte, e apenas nove foram resgatadas. No final de 2009, os 126 animais encalhados em outra praia morreram asfixiados.

Os cientistas não sabem explicar a razão que leva algumas espécies de baleias a morrer encalhadas nas praias, e especulam a possibilidade de elas serem atraídas pelos sons de grandes navios ou seguirem líderes de grupo desorientados por conta de doenças.

A Nova Zelândia faz parte da rota das baleias, que se dirigem à Antártida em sua busca de águas mais frias nesta época do ano. A baleia piloto é um cetáceo de corpo robusto, que pode chega a sete metros de comprimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.