Mohammed Adnan/Reuters
Mohammed Adnan/Reuters

Novas explosões matam pelo menos 43 pessoas no Iraque

Alvos foram mercados e áreas comerciais movimentadas da capital Bagdá

Agência Estado

02 de julho de 2013 | 14h45

BAGDÁ - Pelo menos 43 pessoas morreram em novas explosões de bombas em todo o Iraque nesta terça-feira, 2, sendo que nove ataques ocorreram em mercados e áreas comerciais movimentados da capital Bagdá, disseram médicos e a polícia.

O pior dos ataques aconteceu no bairro de maioria xiita Shaab, no norte de Bagdá, onde dois carros-bomba mataram oito pessoas.

Os ataques recorrentes desde o início do ano aumentaram os temores de um conflito mais amplo em um país onde curdos, xiitas e sunitas ainda têm de chegar a um compromisso estável de partilha de poder. Os insurgentes têm recrutado forças na minoria sunita do Iraque, que se sente pressionada pela dominação xiita desde a invasão liderada pelos Estados Unidos que derrubou Saddam Hussein em 2003.

As tensões sectárias foram inflamadas pela guerra civil na vizinha Síria que está rapidamente se espalhando por toda a região, atraindo combatentes xiitas e sunitas do Iraque e de outros lugares para lutar em lados opostos do conflito. A onda de violência, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), deixou mais de 2.500 mortos entre abril e junho./ REUTERS

 
Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueataquesmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.