Novas mortes encerram semanas de paz na Faixa de Gaza

Um soldado israelense morreu e quatro ficaram feridos numa armadilha com bomba montada pelo grupo islâmico Hamas. O atentado encerrou três semanas de relativa calma na Faixa de Gaza. Em retaliação, militares de Israel mataram quatro supostos militantes palestinos.Funcionários palestinos pretendiam conter a violência entre as facções armadas e o Exército de Israel antes das eleições, marcadas para 9 de janeiro, em que será escolhido o sucessor de Yasser Arafat. Depois da morte de Arafat, Israel reduziu o número de ações militares em territórios palestinos.Mas o breve período de calma na região terminou hoje, com o atentado promovido perto de um entroncamento entre Israel e a Faixa de Gaza. O Hamas reivindicou a autoria do ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.