Nove estrangeiros estão desaparecidos na Líbia após ataque a campo de petróleo

Nove cidadãos estrangeiros estão sendo considerados desaparecidos na Líbia depois que militantes do grupo Estado Islâmico atacaram um campo de petróleo no país, matado diversos membros da segurança. A informação foi dada por autoridades europeias.

Estadão Conteúdo

07 Março 2015 | 18h04

Um porta-voz do ministério de Relações Exteriores da Áustria informou que o ataque no campo de Ghani deixou um australiano, um tcheco e outros sete cidadãos não-europeus desaparecidos. Nenhuma demanda foi feita por nenhum grupo ou indivíduo sobre os desaparecidos depois que times de segurança retomaram controle do campo de petróleo.

O ministério de Relações Exteriores da República Tcheca confirmou que um cidadão do país ficou desaparecido depois do ataque. O ministério disse que está em contato com a família do desaparecido e que está cooperando com a Áustria.

Segundo o ministério tcheco, um oficial deve viajar para a Líbia assim que possível. Já oficiais da Áustria disseram que o ministro de Relações Exteriores Sebastian Kurz estava em conferência com altos oficiais de Defesa e do Interior, assim como com a embaixada da Áustria na Tunísia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Líbia petróleo ataque desaparecidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.