Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Nove morrem em conflito tribal no Sudão

Nove funcionários sudaneses de uma agência americana de ajuda humanitária foram mortos durante embates de tribos rivais no oeste do Sudão, informa um representante da agência. Andrew Natsios, chefe da United States Agency for International Development, disse a repórteres, na Embaixada americana de Cartum, que as nove vítimas levavam ajuda a sudaneses em campos de refugiados na região de Darfur quando foram mortas, há uma semana. Não ficou claro exatamente quando ou por que ocorreram as mortes.Mais cedo neste domingo, Sualif el-Deen Salih, responsável pela agência de auxílio humanitário do governo sudanês, reconheceu a gravidade da situação em Darfur. Embates tribais mataram mais de 100 pessoas e deixaram milhares desabrigadas, lançando moradores de 15 vilarejos em fuga, informaram os noticiários ao longo da última semana.Darfur, na fronteira do Chade e da África Central, é lar de cerca de 80 tribos e grupos étnicos divididos entre nômades de etnia árabe e fazendeiros africanos. Cerca de 20% da população do país vive lá, uma das regiões mais pobres do Sudão, onde ciclos de seca e o crescimento do deserto vêm reduzindo o espaço de pastagem e pondo fazendeiros e nômades em conflito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.