Nove pessoas foram mortas em conflitos na Turquia

Seis membros das forças de seguranças turcas e três rebeldes curdos foram mortos em novos confrontos no sudoeste da Turquia, informaram hoje policiais e autoridades locais.

AE, Agência Estado

20 de outubro de 2012 | 13h44

Três policiais da força especial e três militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) foram mortos em uma emboscada de rebeldes em uma estrada na província de Hakkari, no final da noite de ontem, segundo informaram as forças de segurança.

Três guardas de vila foram mortos e três ficaram feridos em um combate separado durante a noite, quanto membros do PKK atacaram o posto militar na província de Bitlis, informou uma autoridade do governo.

Os guardas faziam parte das unidades de milícia normalmente formadas pela etnia curda armados pelo Estado turco para fornecer suporte ao combate ao PKK, considerada organização terrorista pela Turquia e seus aliados.

Cerca de 45 mil pessoas já foram mortas desde que o PKK pegou em armas pela autonomia da maioria curda no sudoeste da Turquia em 1984. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaataquesmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.