Nove pessoas morrem e 42 ficam feridas no Líbano

Os confrontos entre manifestantes sunitas pró-governo e alawis, da ala xiita, provocaram a morte de nove pessoas e deixaram mais de 42 feridos nos últimos dois dias na cidade de Tripoli, no Líbano, segundo fontes oficiais, mas que se recusaram a revelar seus nomes.A tensão política e religiosa no Líbano intensificou-se depois que militantes do grupo xiita Hezbollah invadiu áreas de Beirute em protesto contra a tentativa do governo de limitar o poder do grupo. A tentativa de cessar o conflito ontem falhou. Hoje, soldados libaneses e a polícia tentaram conter os confrontos na área alawi, em Jabal Mohsen, mas as imagens da televisão local ainda mostram troca de tiros entre os grupos. A agência de notícias estatal National News Agency informou que os confrontos nos distritos de Bab el-Tabaneh e Jabal Mohsen, em Tripoli, fizeram mais de mil famílias fugir para áreas mais seguras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.