Felix Kaestle/ AFP
Felix Kaestle/ AFP

Nove pessoas morrem e três ficam feridas em queda de avião nos Estados Unidos

Acidente aconteceu no estado da Dakota do Sul no último sábado, 30; apesar do mau tempo na região, causa ainda não foi confirmada

Redação, O Estado de S. Paulo

01 de dezembro de 2019 | 00h56
Atualizado 01 de dezembro de 2019 | 22h44

Autoridades dos Estados Unidos disseram que nove pessoas morreram e outras três ficaram feridas no útlimo sábado, 30, em decorrência da queda de um avião monomotor na cidade de Chamberlain, no estado da Dakota do Sul. Segundo Theresa Maule Rossow, promotora do condado de Brule, duas crianças e o piloto da aeronave estão entre os mortos.

A queda aconteceu poucos minutos após a decolagem, disse a Administração Federal de Aviação (em inglês, Federal Aviation Administration). O monomotor, um modelo Pilatus PC-12, tinha doze passageiros a bordo (contando com a tripulação), quando caiu por volta das 12h30 do fuso horário local. Ele estava programado para aterrissar em Idaho Falls, cidade localizada no estado de Idaho. Por volta dessa hora, Chamberlain estava em alerta para o risco de uma forte tempestade de neve. O resgate das vítimas, por exemplo, foi realizado sob condições climáticas extremas. 

Informações como nome e idade das vítimas ou o estado de saúde dos sobreviventes ainda não foram divulgadas pelas autoridades. A causa da queda também não foi determinada, apesar do fator climático ser considerado o motivo mais provável.

Em entrevista para a AP, Peter Knudson disse que o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (em inglês, National Transportation Safety Board - NTSB), vai investigar de perto o acidente assim que possível, pois o mau tempo no local da queda está impedindo que as equipes de inteligência consigam acessar a região.

O acidente aconteceu durante o feriado de Ação de Graças, que neste ano, tem inúmeros estados em alerta para o risco de tempestade de neve. Voos já foram adiados ou cancelados e para algumas regiões montanhosas, como Utah, Arizona e Colorado, está prevista a queda de mais de 30 centímetros de neve. 

Serviços de segurança de quase todo o país têm orientado os moradores a ficaram em suas casas e a não viajar durante todo este período de instabilidade./ AP e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.