Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Nove soldados cingaleses morrem em ataque suicida Tâmil

Pelo menos nove soldados do Exército morreram e vários foram feridos em conseqüência de um ataque suicida cometido nesta terça-feira, 27, por rebeldes tâmeis contra um acampamento militar no leste do Sri Lanka, informou uma fonte oficial.Os guerrilheiros dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) conduziram um trator carregado de explosivos para invadir o acampamento de Kalawanchikudi, no distrito de Baticaloa, informou em comunicado o Ministério da Defesa.A explosão aconteceu às 6h45 (21h45 de segunda-feira, em Brasília) e também afetou alguns civis. Por enquanto não existem mais detalhes sobre o ataque.O ataque aconteceu dia depois dos rebeldes usarem pelo menos um avião pequeno para bombardear uma base da Força Aérea de Sri Lanka. Foi o primeiro ataque aéreo dos separatistas desde que iniciaram sua campanha de independência em 1983. Três aviadores morreram e 16 foram feridos.O esquadrão Tigres Negros da guerrilha é encarregado de executar ataques suicidas. A estratégia vem sendo utilizada sistematicamente pelos rebeldes desde os anos 80.Segundo o general cingalês Palitha Fernando, os rebeldes podem ter contrabandeado peças separadas de aviões, que montaram mais tarde no território sob seu controle, no norte do Sri Lanka.As Forças Aéreas cingalesas bombardearam na segunda-feira, 26, as posições tâmeis no norte do país.Os tigres tâmeis lutam para formar um Estado independente nas áreas do norte e leste do Sri Lanka nas quais sua etnia é majoritária.Até o momento, cerca de 65 mil pessoas morreram no Sri Lanka por causa da guerrilha.Texto atualizado às 10:15

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.